Monday, July 28, 2008

GALINHEIRO 3 ..........as frenéticas


Foi o Mattia que inventou esse termo.
Estávamos anos atrás num restaurante italiano o Saturnino - na rua Gay de Amsterdã , numa mesa internacional, mas a maioria era brasileiro.
Brasileiro quando se encontra, e há outros estrangeiros por perto...começa a falar inicialmente a língua oficial universal: o inglês.
Mas depois de sorver algumas garrafas de vinho, cerveja, etc...e porque não nos encontramos com a frequência permitida pelos dias de hoje, descambamos no português brasileiro ultra rápido. Cada um com seu sotaque da região que provém ou sotaque pessoal adquirido pela cidadania do mundo.

Lembro-me que foi muito engraçado, Mattia é "um gringo" meio alemão/italiano...aparência italiana, grande, bonitão, loiro...e com a maneira extrovertida de ser, espontaneidade de um latino, no caso sua genética italiana, com todo o body-language latino. Uma pessoa com certeza, muito viva, não posso dizer que é um amor de pessoa, mas que ele é ele mesmo, ah! o é, e é querido e menos querido por isso.

Ele nomeou o termo Galinheiro, e nos comprometemos de vez em quando fazer um galinheiro, na casa de alguém, num restaurante, ou sei lá...
Mas as coisas não são como ou quando ou onde a gente tem a expectiva que elas ocorram, e da maneira como imaginamos, e esses encontros se tornaram escassos, ou melhor dizendo, fracassados.
Fiz uma feijoada aqui em casa anos atrás, tido como o segundo, quando todos chegaram brancos de neve, era inverno...e o terceiro, foi esquecido, no armário e ninguém mais falou no assunto.

Tanto Antonio como Mattia foram de muda pra Madrid, depois para Barcelona, e finalmente Bruxelas, até a separação corporal dos mesmos, já que formavam aqueles casais "invejados" e lindos na vista dos outros, um moreno alto, de cabelos pretos, latino, digo, brasileiro....mas mais europeu que muitos europeus, fino, de berco, e o outro alemão, querendo "ser" um pouco brasileiro, ou latino americano, ambos quando chegavam em algum evento, chamavam atencao, um colírio pros olhos. E quem nao gosta de ver coisa bonita? Eu gosto, e sei muito bem apreciar o que a visao me traz, vá que um dia aconteca que nem a personagem da Bjork no `Dancer in the dark`.
Esse mesmo garoto loiro, nao pode participar desse Galinheiro, mas telepaticamente estava entre nos, e mandou sms, desejando bom divertimento.

Homens no meu puleiro no último sábado, foram raros, fora o Antonio, Rick - marido Kátia, Wilber - marido da Janette, o Donald (holandês que morou em vários lugares do Brasil) e fala também português quase perfeito pra estrangeiro, e um francês e um holandês menino um pouco de turco.
Mas o que importa?
Número por número...sou mais qualidade.

Festa raio x

Antonio / foi convidado especial vindo de um outro país vizinho, meu querido amigo com o coracao praticamente feminino, detalhes leia no blogo aqui ao lado /
Beth / ausente / sua ausencia foi sentida, mas entendida, e inclusive escreveu no seu blog sobre leia tambem ao lado
Annix / falou com antecedencia da impossibilidade de participar
Arnild / viajou praticamente da Alemanha pra vir, e ainda sai presenteada com um Amaretto Disaronno e um batom chiquérrrrrrrrrrimo do CK vermelho, mil obrigadas.
Kátia / minha nova amiga / miscigenacao da alegria e finesse em pessoa, vinda no dia de Antuerpia, haja gás e fora que o out/fit foi o mais chiquerrimo da festa, eta elegancia e sofisticao
Kátia Roterda / H_M / uma honra te/la recebido pela primeira vez em minha maison, mas nos encontrar logo para um capuccino
Maria / obrigada pelas tiradas alegres, e pelo frango com batatas preparados com muito carinho e sabor....acabou em dois segundos, tambem vamos nos encontrar brevemente para um capuccino
Karin-Diana/Yollanda ° amigas e maes da escola do Dimitri Lucas van Leyden, elas sempre prestigiam minhas festinhas, fora que fazem parte do meu dia a dia, sempre amigas, ouvidos atenciosos, na maneira holandesa de levantar o astral do outro, sem muito alarde, mas na praticidade, viajadas ° que significa mente aberta pra outras culturas, mulheres como eu maes, emancipadas, de bem com a vida
As pagodeiras Janette / agradeco pelos vinhos, batidas de coco, animacao, a eterna dona do bar Fortaleza em Leiden e o maridao Wilber introvertido, mas nao aborrecido
Adriane / a pelos gostossímos sanduíches de yogurte e pelo quiche, e por tambem animar e colorir a festa com aquela blusa verde maravilhosa, bem/vinda querida
Arietta e Iffe / uma holandesa mais brasileira de todos, temos uma longa história juntas, desde 1991 quando conheci o pai dos meus filhos, fora que ela ainda trouxe uma bolsinha so cute, so cute. so cute de mooie geschenk, a minha cara.
Rick / o mais maridao de todos da o Sr. Katia...sempre animado, e pronto pra ajudar, as mulheradas em emergencia.
Ronaldo / Turco Loco - Frances / voces pertencem a outra praia...mas souberam muito bem se integrar na nossa, sendo que deram um tom internacional pra coisa toda
Annieri querida / voce é muito meiga, sempre gostei muito disso...e é porisso que te quero por perto
Margarida / a mais carioca de todas, e pra nao dizer que ela e uma mae, é uma irma mais velha, respect
Marilia de nao Dirceu / e incrivel que cada vez te conheco mais, e quando se conhece uma pessoa melhor, se aprende a ver mais profundamente todos os lados da pessoa, e mesmo com as diferencas, nossa amizade permanece firme e forte
Helen / meu docinho / eta amiga fofa...é quase impossivel nao se apaixonar por ela, a pessoa mais leve do mundo, ainda bem que nao sou lésbica senao ia te infernizar
Dudu / fofa a juventude em pessoa, animacao, figurinha imprescindível em qualquer tipo de festa e mae de dois filhos, entao nao pense que a vida sao so morangos

Os ausentes como Nancy / mandou email explicando, fofa nao precisa pedir perdao
e Zozo / estava de aniversario no domingo e o bofe tava chegando de viagem
e Hiran - Lou ...que pelo menos responderam ao convite, meu vizinho Gert Jan, agora ele tem namorada, porque na outra festa ficou passado com tanta mulher.
Joao que foi pra Portugal...etc etc etc.

Quem viveu, viu...vivenciou.


Obrigada
*desculpa que meu teclado mudou, e eu nao consigo colocar acentos.

3 comments:

Antonio Da Vida said...

puxa, um post desses, eu nao sei nem o que falar... lembrancas boas de um tempo que se foi, infelizmente, porque a vida passa por cima de todos nos. Mas ficaram as lembrancas boas, e as ruins, essas a gente esquece, que é melhor.
Obrigado pelo galinheiro, obrigado por tudo... obrigado!
XXX/A

Eu penso que... said...

Este 'galinheiro' deve ter sido de arrasar...
Fico daqui morrendo de inveja e feliz por vc!
Bjs

Arnild said...

...E Bebete, que sabe fazer festa como poucos:-)
Eu já aderi ao galinheiro...Galinheiro já! o mais breve possível. A festa foi ótima, clima ótimo, gente ótima. Eu me diverti demais, em cenas inesquecíveis. Marca logo a próxima:D
beijocas!